CambojaTendência Agora

Camboja – Novo destino amigável para gays

Os templos de Angkor em Siem Reap são principais objetos da maioria de visitantes ao viajar para o Camboja. Mas não é isto, claro que há outras atrações no Camboja onde esistem vários lugares interessantes para relaxar ou fesstejar: a natureza do Parque Nacional de Virachay ou de BotumSakor (Koh Rong) com praias relativamente intocadas; as ilhas de Sihanoukville e as ruas animadas de Phnom Penh – a capital ainda tem os ecos do seu passado épico. Recentemente o país também tornou-se em um destino amigável para os gays. Se vocês são casal gay ou solteiro gay, devem incluir o Camboja em seu diário de viagem!

1. Situação de LGBT no Camboja

No Camboja, a homossexualidade não é proibida. O país, agora, se estabeleceu como um destino ideal para gays, especialmente sua capital Phnom Penh onde cena gay não é estranha. Graças à cultura predominantemente budista e, portanto, tolerante, homossexualismo no Camboja é aceitos. Em fevereiro de 2004, o ex-rei Norodom Sihanouk anunciou em website dele que ele foi “impressionado com o fato de que casais do mesmo sexo na Califórnia tiveram oportunidade de se casar”, adicionando que se o seu povo quisesse, eles estariam dispostos a aceitar uma situação semelhante, pois Deus ama a diversidade.

Camboja - Novo destino para gays 2
Bar gay em Phnom Penh

Embora não sejam tão abertamente liberais quanto os tailandeses, os Khmer são um povo muito acolhedor e tolerante. No entanto, a cultura cambojana ainda é muito conservadora, por isso demonstrações públicas de afeto, gay ou não, ainda são incomuns. Longe de Siem Reap e Phnom Penh, Khmers tradicionais tendem a ser mais conservadores, mas é extremamente improvável que eles vão te incomodar. No entanto, situação é diferente em grandes cidades onde cultura ocidental e a presença de turistas fazem com que os gays se tornam abertos. O turismo gay também é uma das prioridades cambojanas, como seu vizinho – Tailândia. Enquanto a Tailândia é uma escolha popular, o Camboja está se tornando em um destino amigável para gays. O Camboja já filmou vários filmes de televisão locais com o tema gay, que tiveram um sucesso moderado.

Desde 2004, a comunidade dos gays comemora Semana do Orgulho Gay (Gay Pride Week) que é organizada anualmente em maio em Phnom Penh. Nos últimos anos, cena gay no Camboja evoluiu rapidamente. Nas ruas em Phnom Penh e Siem Reap, não é mais raro ver os Kteuy (ou ladyboys). É semelhante da área Silom Soi em Bangkok, muitos saunas e hotéis para gays crescem ano a ano.

2. Destinos amigáveis para gays recomendados

Siem Reap oferece uma variedade de serviços para clientes gay: hotéis, clubes, bares e centros de bem-estar para os turistas gay e os locais gay.

Camboja - Novo destino para gays 1
Casamento de casal lésbica cambojana

Battambang é um cosmopolita menos conhecido de Siem Reap e Phnom Penh, mas possui reputação tolerante e os habitantes locais são muito acessíveis. Os Operadores turísticos são sempre prontos para criar um itinerário personalizado e certamente privado.

As belas praias do sul são lugares mais bonitos para fazer sexo privadamente sob o sol tropical.

Phnom Penh, a capital atual do Camboja, está lutando para encontrar uma dimensão de vida normalizada. Aqui você pode visitar o Palácio Real, o complexo de pagodes, cada um com sua própria função específica. O mais lindo e evocativo é o Wat Preah Keo, ou seja “Pagode de Prata”, pois seu chão está todo coberto com placas de prata. Além disso, o pagoda abriga a famosa estátua de esmeralda do Buda. Você também pode ir ao Museu Nacional de Phnom Penh, onde você pode admirar muitos artefatos angkorianos e pré-angkorianos nos vários quartos. Não perca o pôr do sol no rio mítico de Mekong que toca a cidade.

3. Os serviços amigáveis para gays no Camboja

  • MEN’s Resort & Spa –Siem Reap: $55
  • Rambutan Resort – Siem Reap: $61
  • Arthur & Paul – Phnom Penh: $80
  • Villa WatDamnak – Siem Reap: $27
  • Manor House – Phnom Penh: $36
  • Space Hair Salon and Bar – Phnom Penh
  • Cosyoga Bar – Preah Sihanouk
  • Blue Chilli – Phnom Penh (perto do Museu Nacional do Camboja)
  • Man Spa – 106A, Rua 1011 canto 1974, Tel: +855 71 388 3388
  • Love Spa – 103 Rua OknhaNouKan (St.105) (perto do  Museu do Genocídio Tuol Sleng), Tel: +855 12 788 324

Para mais informações, visite website da Asiatica TravelOperadora de viagem local no Sudeste Asiático

Tags
Show More

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Back to top button
Close
Close